Testemunhos

A Voz dos Corações

Ana C.

Professora de 1º Ciclo

Tu és de facto um ser humano muito especial.
Não tenho muito jeito para expressar por palavras o que sinto, mas o teu desafio ficou aqui a matutar.
A tua integridade e conexão com a tua essência e com o universo, permite nos descobrir um caminho até nós mesmos. É o teu coração gigante, a tua sensibilidade e capacidade de ver e de tocar naquele ponto que precisamos ver únicas, com uma verticalidade e humildade que nos fazem sentir amados como somos e seguros para confiar em ti e no Universo.
A tua sabedoria, a tua leveza, a tua profundidade, o teu sentido de humor,...
Fica muito por dizer, mas tinha de partilhar.
Grata ❤️ 

Sacerdotizas II Grupo da Charneca da Caparica

2018

"À procura do lugar neutro do silêncio, de onde vai emergir uma mulher mais tranquila. Grata, mulheres lindas, por me terem acolhido de forma tão fraterna. Grata, Ana, por seres a guerreira que nos desarma e defende. Estou aqui porque tu me tens dado asas para voar. Gosto muito de ti Ana. Por meteres o nariz na merda mais profunda e a trazeres à superfície. Agora posso dizer que estou a aprender a honrar-me e em mim honrar todas as mulheres."

P.V.

"Estou muito grata por estar nesta caminhada e por ter a tua orientação Ana Dragana. Descobrir a minha alegria, a minha essência não tem preço. Muito grata por possibilitares tudo isto, com os teus dons num território seguro e isento de julgamentos. Obrigada meninas por possibilitarem o nosso crescimento."

A.C.

 "Bom dia sacerdotizas queridas do meu coração! Hoje já me sinto mais feliz e determinada a lutar pelo meu caminho sem pesos negativos à volta. Agradeço muito este grupo ter aparecido na minha vida, e ajudar-me a descobrir e resgatar as coisas boa que tenho. Obrigada a todas, um dia muito feliz cheio de amor no coração."

C.G.

E eu agradeço o teu trabalho e por nos ajudares tanto a erguer-nos também. É mágico o facto de estarmos todos ligados. O trabalho que é feito nos grupos mesmo quando não estamos presentes tem impacto. comecei a usar a empatia Cristalina por assim dizer, em contacto com o meu coração comecei a reescrever a minha história, através do abandono da consciência da vítima e no resgate dum fogo interno que desconhecia nem sabia por onde o ir buscar. Comecei a lutar pelo meu espaço e a minha felicidade. Finalmente comecei a arrumar gavetas e a parar de fugir ou de olhar para o outro com os olhos do medo daquilo em que eu não me quero tornar, perdoando-me a mim mesma também, por me ter perdido nesse julgamento e me ter esquecido de quem eu realmente sou.. existir na experiência da vida e não deambular como um zombie.

Muito grata por todo o trabalho realizado e pela magia coletiva.

C.R.

"Muito grata por me mostrares que me posso levantar e ser guerreira e recuperar o meu espaço, o meu amor próprio e abrir o coração em liberdade. Muito grata mesmo.

T.M.

Grata a todas, A.C. grata pelo abre olhos, tipo tratamento de choque. Ana Dragana obrigada por me fazeres ver o que aconteceu. Conhecemo- nos do passado, sempre foste uma pessoa forte, divertida e se ficava algo por dizer era pouco. Hoje em dia és uma mulher ainda mais extraordinária, que fazes estas mulheres com quem estive, sofridas como todas nós, cada qual com o seu problema, a lutar e brilhar. A minha luta foi começada por mim, mas sozinha sem vocês não iria muito longe. Grata Ana por confiares em mim e me introduzires num grupo tão especial. Obrigada pela tomada de consciência neste processo de parar de deixar de racionalizar tanto e fazer emergir o meu coração aos poucos. P.V. grata no sábado por tanto conhecimento que tens dentro de ti. E por certa forma me libertares. C. G. estás aqui grata a todas vós. Grata Ana Dragana  

 

Ricardo V.

Terapeuta Holístico

 Foi um fim de semana intenso, profundo e transformador que marcou todos os presentes para o resto das nossas existências. Não tenho palavras que façam justiça à experiência partilhada pela "irmandade" que se manifestou naquelas mais de vinte constelações seguidas que se realizaram no fim de semana por isso, só posso dizer que "experimente para saber o quão maravilhoso é! Durante dois dias nós sete "fomos um" graças à entrega e fraternidade geradas e graças à liderança e orientação soberbas da Ana Ferreira que com a sua capacidade e experiência nos conduziu a todos onde cada um precisava de chegar! Gratidão Ana e a todos os "irmãos guerreiros".

Ana D.F.


Não é difícil descrever este trabalho mas é difícil explicar todas as portas que se abriram, porque é uma descoberta constante.
Este trabalho atingiu um nível de profundidade que eu nunca tinha visto (e já frequentei alguns trabalhos para mulheres) onde pudemos resgatar partes nossas que desconhecíamos, ou tinham sido perdidas no tempo ou na nossa história, vimos também partes que nem sempre nos agradou mas foram elas que nos abriram caminho para melhorarmos, para nos conhecermos melhor e amarmo-nos mais. Esta verdade interior, como disse, nem sempre é fácil mas a Ana tem o mérito de, na sua assertividade e amor, levar-nos a bom porto e ajudar-nos a transformar isso em algo de precioso que pode perfeitamente encaixar-se em qualquer área da nossa vida.
Também há o mérito das outras mulheres que nos aceitam, respeitam e revêem-se cada uma nas histórias das outras e assim se permitem curar mutuamente num ambiente seguro, protegido onde, nestes módulos, têm acontecido verdadeiras dádivas de cura e de magia.
Como me sinto depois deste percurso? Sinto-me uma Mulher com mais consciência de mim mesma, com mais recursos para usar no meu dia a dia, mais segura, mais centrada, mais perto da minha essência e mais leal a ela e a mim própria, respeito-me mais, amo-me mais e é esse o comportamento que começo a receber dos outros também.
Agradeço-te Ana Ferreira por te teres lançado neste desafio e teres-me levado contigo, agradeço às Mulheres do nosso grupo de Corroios, às do grupo de Coimbra, que tive o prazer de trabalhar e conhecer também, e espero que possas levar este projecto até onde puderes Voar :)"

Ana Q.

Professora de Economia 

Examinei a minha vida interior, os meus recursos, os meus sonhos. A utilização de dinâmicas e constelações, testemunhando e participando nas das outras mulheres, permitiu-me ir destrinçando vários níveis de ilusões e cadeias.
Não é fácil, nem simples, encontrar um caminho, dentro, que leve ao centro, que proporcione a expressão adequada que a minha alma pede. No entanto, fui descobrindo - olhando e sentindo - partes e vias, com outras mulheres à volta. Não senti medo, não me fechei ao que fui descobrindo e testemunhando. Só isso, é um progresso imenso.
Descobri a dança como ilusão, a voz como expressão do Espírito do Amor, nas Rainhas. A vida mostrou-me isso mesmo, nas semanas seguintes.
Nas Mães, a maré, a força pulsante, das incontáveis mães e avós que aqui me trouxeram. Oliveira antiga que abre o tronco para que a vida flua, que cresce ainda, de raízes fundas e copa larga.
Aprendi que a leveza é o resultado de encarar a dor, e aprender com ela. Que o peso é um livro que pesa nas costas, mas que aberto, pode ser lido. Posso aprender, criar sabedoria, armazená-la nos ossos. Que a Fé e a Confiança na Justiça Divina curam.
Mantive, ao longo destes meses, um encontro mensal de cuidados a mulheres da minha família - Entre Primas. Renovei o espaço onde faço Cura Cristalina. Aí se formou outro grupo de mulheres, para cuidados e cura, à minha volta. A voz sai sustentada nos grupos de cura.
O mais impressionante é que deixei de ser invisível. Sou vista e reconhecida. Respeitada.
O meu desempenho foi melhorado - magnificado, mesmo - pela transformação consciente em Sacerdotiza.
Estou grata à Ana Ferreira pela exigência na condução do processo e pelo suporte.
Ana, Irmãs, que o Amor flua nas vossas vidas."